Negócios Rentáveis Para Mães Empreendedoras

negócios para mães empreendedoras

Um dos principais anseios de uma mãe consiste em ter a possibilidade de passar a maior parte do tempo com os seus filhos. Este desejo se intensifica ainda mais, quando se trata de um bebê, que exige mais cuidados e atenção. Encontrar um berçário ou mesmo uma pessoa de confiança, em que se possa deixar a criança, não é uma tarefa fácil. Portanto, quando uma mãe está nesta fase de escolha e decisão importante em sua vida, envolvendo o seu filho, ela passa por uma tensão interior.

Mas, em meio a este forte desafio, eis que o mercado digital oferece uma excelente opção, a qual consiste em estruturar um negócio próprio em casa. Este modelo de trabalho, além de proporcionar uma maior autonomia de vida, também possibilita ganhos satisfatórios. Nos últimos anos, a procura por este tipo de empreendimento tem aumentado de modo considerável. A demanda deste mercado é alta e as opções de atuação são diversas.

Mas, o mais recomendado é sempre atuar em uma área em que se tenha aptidão. Afinal, quando empenhamos o nosso tempo em algo que realmente gostamos, o desenvolvimento é melhor, onde diversas vezes, nem percebemos o tempo passar. Deste modo, o empreendedorismo acaba sendo também uma excelente opção para as mães que estão insatisfeitas com o seu emprego tradicional. A falta de entusiasmo na área de atuação juntamente com a jornada de trabalho exaustiva, acaba sendo um grande empecilho para uma verdadeira satisfação profissional.

Além disto, quando envolve a preocupação com os devidos cuidados aos filhos, onde as mães buscam uma forma de passarem mais tempo perto das crianças, um negócio montado em sua própria residência, torna-se uma excelente alternativa. Neste modelo de mercado, oferece a possibilidade de escolher o período de tempo em que se dedica ao trabalho, contando também com a flexibilidade para que as mães estejam mais presentes na vida dos seus filhos.

Na internet, existem vários depoimentos de mulheres que escolheram esta área de atuação, onde relatam a sua satisfação por terem a chance de ficarem mais próximas dos seus entes queridos. Além disto, existe o fator do rendimento mensal neste mercado, que atende as expectativas de diversas mulheres.

A primeira dica para iniciar neste ramo de empreendimento é refletir sobre as aptidões pessoais, afim de descobrir a área de preferência e que se tenha talento para exercer. O segundo ponto é analisar a demanda, ou seja, a quantidade de procura do público por um determinado produto ou serviço. Tendo isto em mãos, já se pode dar o segundo passo, que é começar a estruturar o negócio.

A segunda dica consiste em procurar o conhecimento necessário, referente à área escolhida. Neste sentido existem diversos cursos online, que são capazes de oferecer as instruções importantes para montar e gerenciar o seu trabalho. Estas sugestões básicas possibilitaram que qualquer pessoa já inicie o seu próprio empreendimento, a partir de sua residência. Afinal, ter uma maior liberdade de tempo e exercer algo que realmente tenha um gosto pessoal, é um sonho de muitos. Então comece a pensar a partir de hoje, nesta opção de trabalhar em sua residência e ficar perto daqueles que você ama.

 

Os Benefícios De Ser Um Empreendedor Independente Legalizado

empreendedor legalizado

Você já pensou na possibilidade de formalizar o seu negócio? Para quem ainda não sabe, a formalização representa além da legalização de uma empresa, ainda abre um leque de vantagens para o empreendedor que se registra oficialmente. Muitas pessoas ainda imaginam que é bastante burocrático o processo de legalizar, mas se enganam neste aspecto. A cada dia que passa tem se tornado ainda mais facilitado todas as etapas, para que uma pessoa consiga ser um empreendedor devidamente registrado.

Um dos primeiros pontos que destaca na facilidade de legalizar-se como MEI – Microempreendedor Individual, é o fato de ter a possibilidade de realizar todo o processo de maneira online. Quer praticidade maior do que esta? Você poderá se cadastrar utilizando o seu celular, tablet, computador ou notebook. E o que é melhor: poderá concluir cada etapa do cadastro, em sua casa.

Mas, neste artigo iremos te dar uma dica bem valiosa: se você deseja se registrar tendo a certeza que o seu cadastro ficou dentro de todas as conformidades, que são exigidas pelo Governo Federal, procure um profissional que seja contador. Desta forma, no primeiro mês, você terá todas as orientações do seu contador de maneira gratuita. Com isto, facilitará ainda mais a sua formalização, pois você terá o prazo de um mês com o serviço grátis do profissional e a partir do segundo mês, provavelmente já terá rentabilizado com o seu negócio, facilitando que você pague pelo serviço prestado do contador.

Mas vale lembrar, que no MEI não é obrigatório a contratação de um contador. Se preferir, você poderá por conta própria cuidar de todo o processo do cadastro e também da manutenção mensal, afim de que o seu registro fique sempre em dia, com o pagamento das respectivas taxas em cada mês.

Um fator importante de ser ressaltado é de que o microempreendedor fica livre de escrituras fiscais e de várias obrigações que são pertinentes às outras empresas. Porém é necessário ficar atento para que a rentabilização anual de R$ 60 mil reais. Não é necessário lançar nota fiscal, a menos que, o fechamento da venda do produto ou serviço seja destinada para uma empresa.

Um dos benefícios de ter um registro CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas), é de que você terá a possibilidade de ter uma conta bancária jurídica. A desvantagem é de que o MEI só autoriza a contratação de um funcionário com carteira registrada. Tendo inscrição no CNPJ, o microempreendedor é inserido na categoria do Simples Nacional e com isto não será necessário de pagar impostos do governo, como por exemplo, o Imposto de Renda.

A única exigência é de que seja realizado o pagamento de uma taxa que oscila entre o preço de R$ 40,00 a R$ 46,00. Este valor é voltado para assegurar a Previdência Social. É importante lembrar que este preço é alterado em cada ano, tendo como referência o valor do salário mínimo. Mantendo o pagamento desta taxa em dia, o empreendedor terá direito à futura aposentadoria, além de ficar resguardado em casos de imprevistos de doença, ou mesmo na questão da maternidade.

Como Ganhar Uma Renda Extra Como Estudante

renda extra como estudante

Todo mundo sabe que ser um estudante requer muita dedicação e força de vontade. Ainda mais, quando se trata de ser um universitário e estar se preparando para em breve, exercer a profissão escolhida. E não poderíamos deixar de mencionar que um dos maiores anseios de um estudante é encontrar uma maneira de conciliar o seu estudo com algum tipo de trabalho provisório que lhe proporcione uma renda complementar para auxiliar nas despesas necessárias.

Levando isto em conta, observamos que diversos universitários não conseguem entrar no emprego convencional, por estudarem em tempo integral, por exemplo, e com isto não ser possível de assumir uma jornada de trabalho tradicional. Outro ponto, é que muitas vezes não é fácil de conseguir uma vaga no mercado, que não deixa de ser concorrido.

Mas eis que surge uma excelente notícia, em meio a estes desafios: ter uma renda extra em sua residência. É isto mesmo! Sendo estudante, você pode prosseguir os seus estudos e nos horários vagos, tem a possibilidade de desenvolver alguma atividade em casa, que lhe trará um ganho para ajudar nas despesas essenciais.

O que mais atrai neste tipo de empreendimento é a flexibilidade para escolher o momento de desenvolver o trabalho, onde o universitário poderá optar por empreender nas horas livres, em que não esteja vinculado em alguma atividade em sua faculdade. Além disto, o jovem também tem a praticidade de empreender em qualquer lugar do país, precisando somente de um computador ou notebook que tenha acesso à internet.

E se desejar, sendo estudante, você poderá também solicitar a ajuda dos seus familiares para exercer o seu empreendimento online. Existem vários jovens que contam com a ajuda dos seus pais ou irmãos, na realização do serviço e com isto, aumentam as possibilidades de ganhos semanais ou mensais.

Outra vantagem, é que através do empreendedorismo, o universitário passa a conhecer um novo mercado de atuação, o qual poderá continuar sendo uma fonte de renda, mesmo depois que ele concluir a sua graduação e já estiver atuando em sua profissão. Deste modo, ele terá duas maneiras de rentabilização: tanto em seu ramo profissional, quanto no campo do marketing digital.

Lembrando que é sempre bom uma pessoa ter mais de uma fonte de renda em sua vida, pois caso aconteça algum imprevisto em sua vida, de por exemplo, ser demitido no emprego tradicional, ela terá uma segunda opção que lhe assegurará de cobrir os seus gastos que são essenciais. E sem falar, que buscar aumentar os rendimentos, sempre é uma excelente ideia no que consiste em ter como objetivo alcançar uma melhor qualidade de vida.

Tendo em vista estes pontos que foram mencionados neste artigo, é importante que você que é estudante, comece a pensar a partir de hoje nesta excelente oportunidade de ter um complemento de renda, que por sinal é bastante acessível a qualquer pessoa que deseja ingressar, precisando somente de itens básicos como computador e a internet. E quem sabe, neste campo de atuação, você também não descubra novas aptidões em sua vida e possa atuar em novos campos do empreendedorismo.